Burn Baby, Burn!!!

Post Image
01 de setembro de 2016. Decks, Pauper Standard

No próximo sábado, dia 03 de setembro, a Liga Pauper Standard conhecerá o seu grande campeão, em uma final que vai reunir os 8 melhores jogadores da temporada e vai premiar o Top 4 com D$ 216,00.

Durante esses 4 meses o formato passou por uma grande metamorfose, mostrando decks com as mais variadas características, como pudemos ver por exemplo, no Turbo Pauper Standard.

A primeira onda foi a dos decks com sinergias básicas, como por exemplo, Auramante + Receptáculo do Efêmero e Folhelho Nantuko + Esqueleto do Sanatório, onde as habilidades de uma carta potencializavam uma outra, dando ao deck uma certa vantagem.

Já a segunda onda foi a dos decks "faz-tudo", tendo no jund seu principal representante. O deck, era capaz de responder a quase tudo, ganhando vida (Pulsação de Murasa), tirando pontos de vida do adversário atacando (Guardiã das Veredas Tajuru) ou mesmo não atacando (Curandeiro Kalastria), ele removia as ameaças do oponente de forma consistente (Golpe do Esquecimento) e ainda conseguia ter card advantage (Leia os Ossos).

A terceira onda, foi a dos decks "tempo", cujo principal objetivo era esgotar os recursos do jund ao passo que renovava os seus próprios. O principal representante dessa "era", o sultai, mostrou a cara pela primeira vez no Turbo Pauper Standard. A sinergia entre Pulsação de Murasa, Sapiente do Monastério, Assistente Obediente, Druida Primal e Grifino Miserável, entre outras, se mostrou especialmente complicada de se lidar.

Com decks tempo empurrando o jogo cada vez mais para o late game, alguns jogadores perceberam que havia uma brecha se eles conseguissem ganhar o jogo antes que o quebra-cabeças recursivo começasse a funcionar. Iniciava-se então a quarta onda, a dos decks hyper-agressivos.

Essa onda dominou os últimos torneios e está tirando o sono dos jogadores que vão jogar a final daqui a dois dias. A ideia, é muito simples e direta: derrotar o oponente antes que ele tenha tempo para construir a sua estratégia.

Nessa linha temos pelo menos dois decks que já foram destaque aqui no blog e agora voltam atualizados:

Esse deck usa uma estratégia mista, atacando com criaturas como Neófito Insolente, Vampira Sanguinsana e Dragão de Olivia, enquanto que causa dano direto com Esmola Venosa e Temperamento Explosivo, e ainda recarrega a mão com Leia os Ossos e Voz Atormentadora.

Com várias boas aberturas possíveis, vez ou outra consegue durar no mid/late game graças a Gêmeas da Quinta dos Maurer, até poder combinar Suplicante Skirsdag com Esmola Venosa pra fechar o jogo.

A última e mais eficiente lista de hoje é o mono red.

A ideia é a mesma do BR Vampiros, combinar criaturas e outras mágicas para causar o máximo de dano o mais rápido possível. Aqui ele utiliza mágicas como Força de Titã, Hostilidade Emprestada e Golpe Certeiro para aumentar o alcance de criaturas como Neófito Insolente, Artesão Mecânico de Ghirapur (e seus tokens) entre outras. Além disso, cada mágica ativa a habilidade do Termoalquimista, que é capaz de causar uma boa quantidade de dano.

Como se não fosse suficiente, ainda temos a dupla Tremores de Impacto e Forragem de Dragão, vez ou outra auxiliada pelo Rufião do Ermo dos Gritos, que por mais estranho que pareca, fecha vários jogos, pois consegue ir sugando pontos de vida do adversário mesmo no late game, sem precisar atacar.

Com um custo médio das mágicas em 2.14 e uma curva bem distribuída, ele consistentemente vai colocar ameaças nos turnos 1, 2 e 3, que vão drenar os pontos de vida do adversário de vária formas, o que frequentemente deixa os oponentes sem reação, e em alguns casos, sem saber com o que lidar primeiro.

Conclusão

Tivemos uma temporada especialmente interessante no Pauper Standard e acompanhamos a evolução dos arquétipos com a chegada de Lua Arcana. Por enquanto é a vez dos decks hyper-agressivos, mas será que isso dura até a final?

Qual será a novidade que vai dar a um dos jogadores o título de Campeão da 3ª Liga Pauper Standard?

Artigos relacionados:

No post de hoje trazemos para vocês o deck que tornou o Renato Silva obsoleto e foi a sensação das últimas rodadas da Liga Deck Store Modern

A temporada de Dominaria já está chegando ao fim. Confiram as datas dos últimos eventos da Liga Deck Store e preparem os seus decks para a grande decisão

Terça-feira é dia de Brawl, e no post de hoje trazemos uma lista que reúne os melhores veículos e pilotos de Kaladesh e será capaz de te colocar no topo do pódio do Brawl.

Sexta-feira é dia de maldade e no post de hoje temos um deck Pauper Standard que vai tirar os oponentes do sério

No post de hoje trazemos um deck Pauper Standard capaz de mostrar que simplicidade não significa ser inofensivo