Apostas da casa para ganhar o Turbo Pauper Standard

Post Image
16 de fevereiro de 2017. Decks, Eventos, Pauper Standard, Turbo Pauper Standard

O dia 18 já está chegando, e com ele vem o 3º Turbo Pauper Standard. Por isso, no post de hoje vamos mostrar três decks capazes de dominar o ambiente e te ajudar a faturar o torneio.

Essas listas não tem aparecido muito nos eventos regulares, então é provável que a maioria dos sideboards não esteja preparada para lidar com essas ameaças. Além disso elas exploram algum ponto forte ou ponto fraco do formato, o que as tornam boas candidatas ao título.

Nesse deck, quase todas as criaturas possuem a habilidade de voar. A única que não voa é a Sentinela Desesperada, cuja principal interação é ser alvo do emergir do Grifino Miserável, deixando pra trás um token de horror eldrazi.

Sem possuir um único drop 1, o deck começa a jogar realmente a partir do turno 2. O custo médio das mágicas é 3.15, mas se consideramos que tanto Grifino Miserável quanto Análise Comparativa podem ser jogadas por custos alternativos menores, essa média pode cair para 2.65. Isso significa que a partir do turno 3, ele é capaz de fazer pelo menos uma criatura com evasão por turno.

Com vinte e quatro criaturas, as ameaças começam na curva 2 com Aeronauta de Makindi e Intruso da Névoa. Enquanto que o primeiro é resistente aos Reprodutor Celeste Eldrazi do oponente, o segundo é especialmente chato por possuir a habilidade ingerir, que vai ajudar a consumir os recursos do topo do grimório do seu oponente. Nada melhor do que ver a win condition do oponente sendo ingerida no topo do grimório dele!

Na curva 3, temos os nossos Reprodutor Celeste Eldrazi, Dragonete do Interior e o único não voador do deck, Sentinela Desesperada, que está aí basicamente para morrer no emergir do Grifino Miserável ou em um bloqueio simples, pois dificilmente o deck atinge o delírio.

A curva 4 fica reservada para Análise Comparativa, quando jogada sem ser pelo custo de surto, e também para fazer Grifino Miserável com emergir sobre alguma criatura de custo 3, em especial, sobre Sentinela Desesperada.

E por fim, custando apenas 2 manas, temos as mágicas que vão tentar inutilizar em definitivo ou momentaneamente as criaturas do oponente. Repreensão de Gideon é a remoção branca mais conhecida no formato, enquanto que Expor o Mal vai tirar da jogada duas criaturas do oponente, ao passo que ainda deixa uma pista para ajudar a não perder o fôlego. Já Espirais Esmagadoras, vai servir para tirar do combate as criaturas com voar do seu oponente.

É importante ressaltar aqui, que este é um deck aggro, então o seu objetivo é atacar o máximo possível com as criaturas voadoras, aproveitando a sua evasão. E visto que você vai atacar sem bloqueio na maioria das vezes, você vai ficar sem bloquedores, portanto, as mágicas de apoio vão ser melhor aproveitadas para atrapalhar os ataques do oponente, do que te ajudando a atacar.

Carinhosamente conhecido por "Tião" graças ao Inventor do Bastião, esse deck é uma das variantes do arquétipo construído em torno dessa carta. O segredo aqui é que essa criatura tem resistência à magia, e no formato não há nenhuma mágica que obrigue o seu controlador a sacrificá-lo. Portanto, uma vez no campo de batalha, ele só será removido via dano de combate.

O plano de jogo consite em colocar no campo de batalha a maior quantidade de artefatos o mais rápido possível, para que seja possível conjurá-lo com improvisar o quanto antes, em geral, por volta dos turnos 3 e 4. Para tal temos alguns equipamentos de custo zero como Serra Óssea e Escudo do Cátaro, equipamentos de custo um, no caso do Óculos do Inventor e na curva 2, o Quebra-cabeça do Engreneiro, que resulta em um artefato na mesa para cada 1 mana gasta.

Também na curva 2, Prisma Profético ajuda a fornecer as cores de mana para os dois splashes, vermelho e verde, mas o draw imediato acaba sendo mais importante no início da partida.

Aliás, em termos de compra, temos ainda Antecipar, que apesar de te dar apenas uma carta extra, te permite cavar mais fundo no grimório em busca das peças para finalizar o jogo.

E por falar em peças, engana-se quem pensa que esse deck só ganha por causa do Inventor do Bastião. Ele conta ainda com a Serpente Mecanívora, um tremendo boi que custa 1 mana a menos para cada artefato que você controla, vulgo, afinidade por artefatos, e além dela, o terror da linha de montagem, Automontante, que quando entra em campo te permite buscar outro Automontante no seu grimório e colocá-lo na sua mão, ou seja, um atrás do outro. E despretenciosamente ali na curva 2 temos ainda a Planadora Etérea, que além de te fazer um servo, pode ajudar dando aquele um de dano com voar ou ajudando a barrar o ímpeto inicial de decks mais agressivos.

Um os problemas desse deck é que as criaturas não tem atropelar, então qualquer token é capaz de parar o Inventor do Bastião. Por isso, algumas listas utilizam , enquanto que outras usam Ímpeto de Adrenalina. Já nesta versão, a estratégia é usar Deslizar Pelo Espaço, para dar imbloqueável para o seu bichão. Além disso, temos Fúria Liberta para dar +1/+1 e golpe duplo pra ele.

Assim, com uma mão perfeita é possível fazer, mana Óculos do Inventor, 2 manas Óculos do Inventor, Óculos do Inventor, 3 manas Inventor do Bastião, equipa os três Óculos do Inventor automaticamente e ele fica 7/10, 4 manas Deslizar Pelo Espaço, Fúria Liberta, bate 8/11 imbloqueável, golpe duplo. Ou ainda, mana Óculos do Inventor, 2 manas Quebra-cabeça do Engreneiro, 3 manas Inventor do Bastião, 4 manas Serpente Mecanívora, 5 manas Automontante. São várias possibilidades interessantes.

Por fim temos Pulsação de Murasa para dar uma folga nos pontos de vida e eventualmente voltar alguma criatura do cemitério pra sua mão.

Esse deck surgiu aqui na loja exatamente um dia depois do primeiro "Tião" ganhar um torneio. A ideia é muito simples, se a única forma de remover o Inventor do Bastião é por dano de combate, e graças ao improvisar ele entra em campo antes das criaturas com poder e resistência equivalentes, basta usar o dano de combate que mata com apenas um trisco. Entram em cena as criaturas com toque mortífero.

Das 22 criaturas do deck, nada menos que 12, ou seja, cerca de metade delas tem ou pode adquirir toque mortífero. Assim, a menos que o Inventor do Bastião esteja imbloqueável, você consegue colocar em campo bloqueadores eficientes a partir do turno 2, já que Envenenadora do Éter, Agente da Dhund, Ratos Rançosos e Zangão da Matança custam apenas 2 manas.

Além disso, quando você atacar, as trocas serão sempre favoráveis, visto que as suas criaturas são sempre menores que as do oponente, então há uma boa chance de você causar bastate dano sem ser incomodado por bloqueadores adversários.

E o combate fica mais desfavorável ainda, quando o seu oponente bloquear e você responder com Ímpeto de Vitalidade ou Escapada do Renegado. O primeiro dá indestrutível e vínculo com a vida para a sua criatura, enquanto que o segundo, indestrutível mais uma ficha de servo pra dar aquela bloqueada marota na volta.

A dupla dinâmica Viver à Toda e Morrer Jovem não só vai manter o gás do deck como também é capaz de remover desde criaturinhas do oponente, até um boizão, dependendo de quantos marcadores de energia você acumulou.

E na sua vez de atacar, os veículos Aeroesquife e Fretista Renegado brilham muito quando pilotados por Vigia do Mercado Noturno e Enviada Vampira. O primeiro, toda vez que é virado faz o seu oponente perder um ponto de vida e você ganhar um ponto de vida, enquanto que a segunda, faz você ganhar um ponto de vida nas mesmas condições. Isso te empura pra fora do alcance dos decks agressivos com muita facilidade. O Fretista Renegado, inclusive, dá aquele frio na espinha do oponente, quando acompanhado de um Ímpeto de Vitalidade bem encaixado, com ou sem bloqueadores.

Essa disparidade de ganhar vida enquanto que arranca os pontos de vida do adversário, torna bem comum você chegar aos turnos 4 ou 5 com quase 30 pontos de vida, enquanto que o seu oponente está beirando os 10.

Como complemento, temos ainda Deslizador Silencioso, que tem uma boa resistência, voa e ainda faz o oponente perder vida quando ataca, sendo uma ótima opção para equipar Lâmina de Edro, já que ela dá toque mortífero pra criatura equipada, quando for bloqueada por uma criatura incolor, vugo, Reprodutor Celeste Eldrazi e Grifino Miserável.

E com as mágicas tendo um custo médio de 2.26 e apenas duas cópias do Deslizador Silencioso, o deck roda muito bem com apenas três terrenos ma mesa. Por isso, a lista conta com apenas 18 terrenos, tendo como básicos apenas 10 Pantanos. Temos também Assentamento da Resistência, que além de gerar mana incolor, também é usado para virar no final do turno do oponente, tanto Vigia do Mercado Noturno, quanto Enviada Vampira. Por fim, Paisagem Distorcida gera mana incolor quando necessário, e pode ainda ser utilizada para buscar um terreno básico no grimório, diminuindo ainda mais as chances de comprar um terreno quando você já tem 3 ou 4 na mesa.

Turbo Pauper Standard Revolta do Éter

Quando: 18 de fevereiro de 2017, a partir das 10h
Onde: Deck Store Cards
Quanto: R$ 30,00
Premiação: 1 BOX de Revolta do Éter
Bônus: + outra BOX de Revolta do Éter a partir de 50 ou mais jogadores inscritos.
Ban List: http://bit.ly/2jRwlHv

Artigos relacionados:

No post de hoje trazemos para vocês o deck que tornou o Renato Silva obsoleto e foi a sensação das últimas rodadas da Liga Deck Store Modern

A temporada de Dominaria já está chegando ao fim. Confiram as datas dos últimos eventos da Liga Deck Store e preparem os seus decks para a grande decisão

Terça-feira é dia de Brawl, e no post de hoje trazemos uma lista que reúne os melhores veículos e pilotos de Kaladesh e será capaz de te colocar no topo do pódio do Brawl.

Sexta-feira é dia de maldade e no post de hoje temos um deck Pauper Standard que vai tirar os oponentes do sério

No post de hoje trazemos um deck Pauper Standard capaz de mostrar que simplicidade não significa ser inofensivo