Mono Red Burn e Esper Control no Pauper Standard

Post Image
18 de agosto de 2017. Decks, Pauper Standard

Aproveitando a ressaca do GP São Paulo e na trilha do último Pro Tour, o metagame já começa a se adaptar, e no post de hoje trazemos dois decks opostos, o Mono Red Burn e o Esper Control.

Com apenas doze criaturas, essa versão do Mono Red Burn baseia-se em explorar a interação das mágicas de dano direto com o Termoalquimista e a para causar dano extra no oponente.

O deck ainda conta com dois Sabujo Pírico e dois Dentócero Dourado, que se aproveitam das interações com as outras mágicas e com os desertos para garantir a vitória caso o jogo se extenda muito.

E falando em desertos, temos doze no total. São quatro Berço dos Amaldiçoados, que podem se transformar em zumbis, quatro Deserto Abrasado pelo Sol que entram causando dano no oponente e quatro Deserto da Fervorosa que além de gerar mana vermelha, podem ser trocados por uma compra mais tarde no jogo. Completam a base de mana, mais dez Montanhas.

Com exceção de Esguicho de Magma e Voz Atormentadora, todas as mágicas que não são de criaturas causam de dois a quatro pontos de dano no oponente, com especial destaque para Borrão de Lâminas no mirror match.

Juntando tudo isso, temos um dos decks mais letais dos últimos tempos, capaz de matar a partida consistentemente no turno 5.

O Esper Control é um deck que surge como inimigo natural do Mono Red Burn. Seu plano de jogo é ativar com sucesso uma de suas mecânicas de ganho de vida, até conseguir instalar a sua win condition.

A base de mana é um tanto sensível mas é capaz de fornecer a proporção adequada de preto e azul, além do dobro do branco necessário, garantindo que a Fiel do Faraó-Deus possa ser conjurada a qualquer momento.

Seus vinte e dois terrenos são compostos por seis desertos com reciclar, sendo dois para cada uma das cores do deck.

As quatro Terras em Desenvolvimento ajudam a garantir as cores certas, enquanto que os dois Assentamento da Resistência tanto podem ser usados para gerar mana de qualquer cor, como para ganhar vida com a Enviada Vampira.

Das suas dez criaturas, Fiel do Faraó-Deus e Enviada Vampira se preocupam em fornecer ganho de vida justamente tendo em mente a infestação de Termoalquimista no ambiente.

Cascavel-do-rio Listrada e Inventor do Bastião juntamente com as cártulas, compõem a win condition do deck, já que uma vez no campo de batalha, as criaturas com resitência a magia são praticamente impossíveis de lidar.

Ainda temos as mágicas responsáveis por controlar o jogo como as anulações (Negar e Espalhar Essência), as remoções (Recompensa Final, Esplêndida Agonia e Tormento de Veneno) e as mágicas de apoio para procurar e comprar mais recursos (Antecipar e Iluminação Hieroglífica).

Santuário do Rio Luxa completa a engine de ganho de vida, enquanto que o kit Manólito e Prisma Profético ajudam a corrigir a base de mana.

Não podemos nos esquecer das duas Vagar na Morte, responsáveis por retornar do cemitério as Cascavel-do-rio Listrada que foram recicladas no início do jogo ou mortas em combate.

Por último temos Cártula da Ambição e que tem como alvos principais as criaturas com resistência a magia para formar a win condition do deck.

Conclusão

Com a chegada do bloco de Amonkhet, os decks baseados em veículos parecem ter encontrado oponentes capazes de enfrentá-los.

O último Turbo Pauper Standard mostrou com o BW Midrange que poderia estar chegando o momento dos decks midrange, mas builds hiper-agressivas e de controle como mostradas neste post, também começam a aparecer com cada vez mais consistência.

Artigos relacionados:

No post de hoje trazemos para vocês o deck que tornou o Renato Silva obsoleto e foi a sensação das últimas rodadas da Liga Deck Store Modern

A temporada de Dominaria já está chegando ao fim. Confiram as datas dos últimos eventos da Liga Deck Store e preparem os seus decks para a grande decisão

Terça-feira é dia de Brawl, e no post de hoje trazemos uma lista que reúne os melhores veículos e pilotos de Kaladesh e será capaz de te colocar no topo do pódio do Brawl.

Sexta-feira é dia de maldade e no post de hoje temos um deck Pauper Standard que vai tirar os oponentes do sério

No post de hoje trazemos um deck Pauper Standard capaz de mostrar que simplicidade não significa ser inofensivo