Quebrando o Brawl parte 2: Base de Mana

Post Image
29 de março de 2018. Brawl, Decks

Uma das coisas mais importantes a se considerar durante a montagem de um deck para um determinado formato é a sua base de mana.

A disponibilidade de terrenos e suas características são fatores determinantes para definir se um determinado arquétipo é ou não capaz de ver jogo competitivamente.

Quando falamos em Commander, um formato que é descendente do Legacy, temos à disposição todos os terrenos já lançados no Magic, menos os que são banidos, o que de acordo com o Gatherer, fica na casa dos 619 terrenos hoje.

Mas como o Brawl é um formato derivado do Standard, a quantidade é bem menor. Também de acordo com o Gatherer, temos válidos no formato 59 terrenos, ou ainda 76 terrenos se contarmos as flip cards do bloco de Ixalan, que se transformam.

Como esperado, a base de mana disponível para os brigões é de longe muito mais restritiva que no Commander.

Os Terrenos

Para te ajudar na montagem dos seus decks, separamos a seguir todos os terrenos válidos no Standard em grupos idênticos aos que fizemos com os comandantes no post anterior.

Notem que caso decidam usar algum dos flip lands, deve-se levar em consideração as condições que precisam ser atendidas para que eles se transformem.

Incolor

Dentre os terrenos que podem ser utilizados com comandantes incolores temos:

Além das Flip Lands:

Notem porém, que alguns desses terrenos podem gerar mana de qualquer cor, tornando-os opções também para decks com comandantes coloridos.

Para todos os outros grupos, listaremos apenas os terrenos que geram mana exclusivamente daquelas cores, já que os dos grupos anteriores podem ser adicionados conforme necessário.

Branca

Azul

Preta

Vermelha

Verde

Branca e Azul

Azul e Preta

Preta e Vermelha

Vermelha e Verde

Verde e Branca

 Branca e Preta

Branca e Vermelha

Azul e Vermelha

Azul e Verde

Preta e Verde

Grixis

Naya

  • Nenhum

Conclusão

Diferente do que acontece em formatos como Modern, Legacy ou mesmo com o Commander, no Brawl temos uma quantidade limitadíssima de terrenos disponíveis.

Podendo utilizar apenas uma cópia de cada terreno que não seja básico, encontrar uma base de mana consistente será um dos grandes desafios na montagem dos decks.

Certas combinações de cores como a Grixis, tem mais opções de terrenos do que a Naya pr exemplo. Isso pode afetar quais cores vão ter mais vantagem e consequentemente quais comandantes poderão ver mais ou menos jogo no formato.

Bônus Point

E se você não aguenta mais ler tecnicalidades e tá querendo é ver deck, trazemos pra você um protótipo de deck Naya, cuja comandante é a Samut, Voz da Dissensão.

A ideia básica do deck é abusar da macânica de exaurir, com criaturas que desencadeiam efeitos interessantes ao serem exauridas, combinadas com mágicas ou habilidades que desviram essas criaturas, como Gideon, Paradigma Marcial e Motor do Paradoxo.

Experimente, explore, modifique e mande a sua lista pra gente.

Artigos relacionados:

No post de hoje trazemos para vocês o deck que tornou o Renato Silva obsoleto e foi a sensação das últimas rodadas da Liga Deck Store Modern

A temporada de Dominaria já está chegando ao fim. Confiram as datas dos últimos eventos da Liga Deck Store e preparem os seus decks para a grande decisão

Terça-feira é dia de Brawl, e no post de hoje trazemos uma lista que reúne os melhores veículos e pilotos de Kaladesh e será capaz de te colocar no topo do pódio do Brawl.

Sexta-feira é dia de maldade e no post de hoje temos um deck Pauper Standard que vai tirar os oponentes do sério

No post de hoje trazemos um deck Pauper Standard capaz de mostrar que simplicidade não significa ser inofensivo