Deck do dia: Brawl - Hapatra, Vizir dos Venenos

Post Image
09 de abril de 2018. Brawl, Decks

No post de hoje trazemos para vocês o Brawl de uma das heroínas mais duronas de Amonkhet: Hapatra, Vizir dos Venenos.

Esse deck na verdade é o resultado da combinação de duas listas independentes criadas pelo Renan Subrinho e pelo Andre Monteiro.

A ideia principal do deck é explorar a interação da mecânica de marcadores -1/-1 com as habilidades de sua comandante, de modo a obter vantagem numérica no campo de batalha.

Com a sua primeria habilidade, toda vez que ela causa dano de combate a um jogador, você pode colocar um marcador -1/-1 em uma criatura alvo.

Mas a interação com marcadores mais interessante para o deck vem com a sua segunda habilidade, pois toda vez que você colocar um ou mais marcadores -1/-1 em uma criatura, você cria uma ficha de cobra 1/1 com toque mortífero.

O deck é recheado de criaturas e outras mágicas que interagem com esses marcadores, de modo que rapidamente a quantidade de tokens escala fora de controle, e como a Hapatra, Vizir dos Venenos tem um custo de mana baixo, ela começa a fazer isso bem cedo.

Outra carta que ajuda na criação de tokens é Ninho de Escaravelhos, que de forma semelhante que a Hapatra, Vizir dos Venenos, também cria tokens quando você coloca marcadores -1/-1 em alguma criatura.

A diferença é que os tokens são de escaravelho 1/1, sem toque mortífero, mas diferente da comandante, é criado um token para cada marcador colocado.

Destacamos também as interações da Aranha do Obelisco com os marcadores, que ajudam a acelerar o relógio contra o seu oponente.

E falando em acelerar o jogo temos Vizir do Bestiário, Bestiário do Vivideiro, Jejum de Sangue de Arguel, Estação da Colheita e Ritos de Crescimento de Itlimoc, que dão vantagens em termos de cartas e de mana.

Outra carta interessante para pressionar o oponente é Rastro dos Saqueadores. Já que você vai ter um monte de tokens, ativar a habilidade Raide todo turno não vai ser muito difícil, resultando em uma constante perda de vida e de cartas da mão dele.

Mas o deck não vive apenas de tokens, pois vez que Hapatra, Vizir dos Venenos e/ou Ninho de Escaravelhos estejam em campo para fabricar novos "pára-raios", criaturas como Ammit Funesto e Crocodilo do Vau entrarão impunes fora da sua curva natural.

Ainda na turma dos "bois" temos Besouro DizimadorEterno Ammit e Bontu, a Glorificada.

Outra forma de vencer é por "overrun", combinando Superar com Destinado // Liderar para transformar a vantagem numérica em dano letal.

Temos ainda Vraska, Caçadora de Relíquias, cujo ultimato é especialmente devastador para um oponente que está enfrentando um deck com muitas criaturas.

E se o campo de batalha ficar travado com muitas criaturas, Destino Horripilante também pode fechar o jogo do nada.

Os outros slots são preenchidos com remoções e cartas de suporte, que em sua maioria, interagem com os marcadores.

Conclusão

O deck explora ao máximo a mecânica de marcadores -1/-1 do bloco de Amonkhet e as suas interações com as habilidades de sua comandante, de outras criaturas e outras mágicas.

Ele tem várias linhas de ataque e pode alternar entre uma outra conforme o jogo avança, contando ainda com cartas que podem fechar a partida de uma hora pra outra, tornando-o um dos mais versáteis do formato.

Esta lista combina um pouco de três visões alternativas para a mesma comandante, mas algumas opções bem interessantes ficaram de fora. Isso quer dizer que ela pode funcionar com diferentes configurações, tornando-a ainda mais divertida.

Artigos relacionados:

No post de hoje trazemos para vocês o deck que tornou o Renato Silva obsoleto e foi a sensação das últimas rodadas da Liga Deck Store Modern

A temporada de Dominaria já está chegando ao fim. Confiram as datas dos últimos eventos da Liga Deck Store e preparem os seus decks para a grande decisão

Terça-feira é dia de Brawl, e no post de hoje trazemos uma lista que reúne os melhores veículos e pilotos de Kaladesh e será capaz de te colocar no topo do pódio do Brawl.

Sexta-feira é dia de maldade e no post de hoje temos um deck Pauper Standard que vai tirar os oponentes do sério

No post de hoje trazemos um deck Pauper Standard capaz de mostrar que simplicidade não significa ser inofensivo